1. Home  >
  2. Imprensa  >
  3. Uso de células-tronco vegetais é uma tendência para o rejuvenescimento de pele

Uso de células-tronco vegetais é uma tendência para o rejuvenescimento de pele

27/12/2016

O segredo de uma pele com aparência jovem inclui os cuidados diários básicos com a higienização, hidratação e proteção solar. Entretanto, existem alternativas de tratamento de rejuvenescimento, especialmente baseadas na tecnologia de última geração e eficientes ativos, que estão presentes nas formulações de um creme, serum, gel ou loção. Entre as mais recentes tendências, que desembarcaram recentemente no Brasil, está o uso de substâncias originárias de células-tronco vegetais e que atuam nas células-tronco da epiderme humana.

Um desses novos ativos é o PhytoCellTec - Malus Domestica or, baseado em células-troncos vegetais, extraídas de uma rara espécie de maçã suíça, chamada Uttwiler Spätlauber, muito conhecida por sua excelente capacidade de "armazenamento sem murchar", ou seja, sua longevidade potencial. "Os estudos de eficácia mostraram que PhytoCellTec-Malus Domestica or ajuda as células-tronco da pele a manter suas características e sua capacidade de construir novos tecidos, adia o aparecimento das primeiras rugas e combate as já instaladas", ressalta Camila Estopa, Farmacêutica especializada em Nutrição Ortomolecular da Pharma Nostra, importadora e distribuidora de matérias-primas farmacêuticas, dermocosméticas e nutracêuticas.

No exterior, existem cosméticos de marcas como Biotherm, Lancôme, Hera, Klapp e Skeyndor, entre outras, que já utilizam esse ativo na composição. No Brasil, PhytoCellTec - Malus Domestica or é uma substância que pode ser prescrita por um médico, que definirá a concentração e o veículo, para que a receita seja manipulada em farmácias magistrais.O ativo pode ser incorporado a séruns reparadores, cremes noturnos, loções corporais, tônicos capilares anti-queda, entre outras composições.

PhytoCellTec - Malus Domestica or : afinidade com a pele

"A vitalidade cutânea provém da renovação das células-tronco. Na pele humana, mais precisamente na camada basal da epiderme, há células-tronco maduras do tipo epiteliais, também denominadas de células germinativas. Elas têm a capacidade de reconstituir e manter o equilíbrio de células dentro da pele e regenerar o tecido ferido durante uma lesão. Mas, com a idade, sua potência diminui e suas habilidades de reparação/regeneração tornam-se menos eficientes, com reflexos no processo de envelhecimento. Por isso, temos o desenvolvimento de ativos de última geração que estimulam o funcionamento das células-tronco humanas e, consequentemente, protegem a pele", completa Camila.

Para o uso de células-tronco vegetais em cosméticos é necessário que elas sejam compatíveis com as da pele humana, para que proporcionem os benefícios desejados de prevenção e combate às rugas superficiais e profundas, além de atuar na flacidez. Dentro desse conjunto, a substância PhytoCellTec-Malus Domestica or apresenta esta afinidade e diferenciais importantes, como proteção à longevidade das células-tronco da pele, ajuda a minimizar o envelhecimento de células essenciais, aumenta a vitalidade das células-tronco da pele e previne o envelhecimento cronológico.

"Esta ação que PhytoCellTec-Malus Domestica or tem sobre a pele é possível porque é uma partícula lipossomada, que garante a penetração na pele até a área de ação necessária para conquistar o efeito desejado" finaliza a farmacêutica. É possível notar melhoras na textura, maciez, vitalidade e aparência da pele já nos primeiros dias de aplicação. Mas,os estudos pedem, aproximadamente, 30 dias com uso diário da formulação para consolidação dos resultados.

Sobre a Pharma Nostra

Fundada em 1999, no Rio de Janeiro, a Pharma Nostra atua como importadora e distribuidora de matérias-primas farmacêuticas, dermocosméticas e nutracêuticas no Brasil. Hoje, é uma das mais importantes fornecedoras de substâncias do mercado magistral (farmácias de manipulação) e da indústria farmacêutica. Possui três unidades em território nacional: a matriz no Rio de Janeiro (RJ), a unidade de fracionamento industrial das matérias-primas importadas em Anápolis (GO) e o escritório comercial em Campinas (SP). Seu portfólio conta cerca de 800 substâncias, sendo mais de 50 delas ativos exclusivos. A empresa integra o Grupo Arseus, mutinacional Holandesa que reúne companhias fornecedoras de produtos, serviços e conceitos para o mercado de preparações magistrais e para profissionais de saúde na Europa, Estados Unidos e Brasil.