A principal função dos carboidratos é fornecer energia rápida, porque ele é facilmente digerido pelo nosso corpo e aumenta a nossa disposição logo após seu consumo. Porém, quando essa energia não é gasta, ela acaba sendo armazenada no corpo em forma de gordura.

Mas existem duas classificações para esses alimentos: simples e complexos.

Veja a diferença entre eles:


Alimentos ricos em carboidratos simples

Os alimentos ricos em carboidratos simples são considerados os alimentos mais doces e incluem açúcar refinado, pão francês, mel, geleia de frutas, melancia, uva passa, cereais, arroz branco, macarrão cozido sem molho, pipoca e refrigerante.

Este tipo de carboidrato não precisa de muito tempo para ser digerido pelo organismo e, por isso, é rapidamente absorvido, produzindo mais cedo uma sensação de fome.

Assim, são considerados alimentos com alto ou moderado índice glicêmico, porque o açúcar deles segue rapidamente para o sangue e, por isso, devem ser evitados pelos diabéticos e por quem tenta emagrecer.


Alimentos ricos em carboidratos complexos

Os alimentos ricos em carboidratos complexos são alimentos menos doces, como o arroz e o macarrão integral, assim como cereais integrais, lentilhas, grão de bico, cenoura ou amendoim.

Os alimentos com carboidratos complexos têm uma digestão mais lenta e, por isso, chegam até o sangue mais lentamente, promovendo saciedade por um período maior. São também classificados como alimentos com curva glicêmica baixa ou moderada.

São alimentos ideais para os diabéticos e também durante o regime de emagrecimento. Eles são, em geral, mais ricos em vitaminas do complexo B, ferro, fibras e minerais.


Quais são os carboidratos bons?

Embora todas as fontes de carboidratos sejam boas, escolher os carboidratos saudáveis como os produtos industrializados integrais, além de frutas e legumes é uma melhor opção para quem quer emagrecer ou melhorar os resultados da academia. Assim, boas fontes de carboidratos, são:


- Frutas ricas em carboidratos e fibras: ameixa, mamão, figo;

- Alimentos integrais: arroz integral, arroz com grãos, macarrão integral, pão integral ou pão com sementes;

- Vegetais: beterraba, couve, brócolis, couve-flor;

- Grãos: feijão, lentilha, grão de bico;

- Tubérculos: batata doce com casca, inhame


E quando exageramos?

Mas para os dias em que você tiver mais vontade de comer os carboidratos “ruins”, uma alternativa é o InSea2®: um ativo que bloqueia até 50% da absorção de carboidratos. Como isso ocorre? É que ele é um suplemento produzido a partir de um "blend" de algas marrons, riquíssimas em florotaninos, substâncias que têm o poder de inibir a ação das enzimas que digerem carboidrato.

Basta 1 comprimido antes da refeição e você já pode deixar a culpa de lado!

Quer receber novidades?